fbpx

Charme para o seu ambiente: A história por trás dos famosos sinos dos ventos

Os sinos dos ventos são conhecidos por adicionar charme e conforto ao ambiente. Eles são feitos em diferentes materiais, como pedras, conchas, metais e bambus. Estes últimos são os mais antigos. Pendurar um sino do vento e relaxar com o seu barulho quando balança é um prazer que perpassa muitos anos de nossa história.

Entenda sua história

Quando surgiu, o sino dos ventos era colocado em telhados de templos budistas. Eram pendurados centenas deles para criar uma orquestra de sons sempre que ventava. Os modelos em metal ficaram mais populares entre os chineses, em aproximadamente 1000 a.C.. Já em aproximadamente 400 a.C., os sinos dos ventos viraram alvo de confecção japonesa.

No Japão, esse objeto era utilizado para invocar espíritos da natureza e tirar as energias negativas do ambiente. Os sinos de bronze eram usados para aumentar a energia de seus jardins e templos. Em seguida, passaram a ser produzidos os modelos de cerâmica e vidro. A prática de utilizá-los de forma decorativa em ambientes passou a ser adotada apenas durante o século XIX em diante.

Mesmo quando utilizado de forma decorativa, o som que o sino de vento produz age com poder curativo sobre nosso corpo. São eficazes em acalmar o nosso pensamento e sua vibração ajuda a diminuir o estresse, expandir a consciência e conectar corpo, mente e espírito. Mesmo sem adotar as práticas religiosas dos antepassados, ter um sino dos ventos em seu lar ajuda a promover paz e bem-estar em todos do ambiente, além de ser uma prática zen.

A função de cada material

Geralmente, o também conhecido como mensageiro dos ventos é colocado em janelas, varandas e jardins. O ideal é colocá-lo em locais com passagem de vento para que o seu barulho seja produzido.

O som que emite varia de acordo com o seu material e cada material tem uma função diferente. O seu som também varia de acordo com a intensidade do vento no local. Em japonês, há um nome específico para o seu som: Yuragi, que significa “flutuação” ou “balbucio de um rio”.

Confira abaixo o que cada material do sino dos ventos estimula no ambiente.

Madeira: estimula a criatividade e deve ser colocado em cômodos silenciosos.

Bambu: o som relaxante dos bambus é propício para estimular o seu espírito jovem e poder de desenvolvimento.

Metal: talvez os mais populares nos lares, são usados para estimular a mente e atrair dinheiro.

Vidro e concha: atrai tranquilidade. Os sons feitos pelo vidro ou conchas ajudam a despertar nosso inconsciente.

Apesar de ser importante colocar o sino dos ventos em um local com passagem de vento, é necessário não posicioná-lo onde receba vento em excesso. Se houver brisa excessiva, o seu efeito será reverso e acabará fazendo um som estridente e estressante, além de haver a possibilidade de derrubá-lo e, dependendo do material, quebrá-lo. O de bambu é o mais frágil e requer atenção especial. Posicione-o de forma que não incomode, mas para que ele possa ter o seu efeito potencializado.

Total
0
Shares
Leave a Reply

Your email address will not be published.

Previous Article

Os benefícios que a aromaterapia traz para a nossa saúde física e emocional

Next Article

Saiba como o uso das cores pode trazer mais equilíbrio para a sua vida

Related Posts